Gerenciamento e acompanhamento de obra

O que é gerenciamento de obra?

            Gerenciar uma obra é administrar o cumprimento do cronograma e do orçamento, gerindo profissionais com formações e comportamentos diversificados. Quando não há gerenciamento, a obra está sujeita a inúmeras perdas, tanto no aspecto financeiro quando no emocional, comprometendo a qualidade e o tempo de execução.

            No decorrer de uma obra, a equipe de profissionais é grande e diversificada (técnicos de ar-condicionado, montadores de móveis e divisórias, colocadores de carpetes e pisos, pedreiros, eletricistas, encanadores, pintores, etc.) e, por isso, é preciso coordenação e supervisão constantes. Ao mesmo tempo, não se pode deixar de atentar para a previsão financeira – que requer incessante monitoramento – e o cronograma executivo – o qual, se não for cumprido, pode gerar gastos em virtude de pagamentos de novas diárias, alimentação dos profissionais, entre outros.

            É comum, infelizmente, que obras sejam mal-acabadas ou até encerradas antes de seu término justamente pela falta de gerenciamento, que causa a falta de verba.

            O gerenciamento deve ser compreendido como um investimento indispensável, o que é justificado pelos ganhos que ele gera: rapidez na conclusão dos prazos, segurança nas informações e confiança no suporte técnico, fatores que reduzem o estresse do cliente.

            São responsabilidades do gerenciador:

  • Contratar mão de obra especializada;
  • Coordenar cada profissional individualmente, durante todas as etapas;
  • Escolher materiais e acabamentos, acompanhando sua utilização para evitar desperdícios;
  • Respeitar e cumprir o orçamento e o cronograma;
  • Zelar pela fiel execução dos projetos.

Alterações são normalmente necessárias no decorrer de uma obra devido a imprevistos, e nestes casos fica a cargo do gerenciador analisar cada situação e determinar qual a melhor solução, sem comprometer o projeto aprovado e sempre ouvindo o que a equipe e o cliente têm a dizer.

Relatório Gerencial: o que é e para que serve?

            Relatórios gerenciais são documentos que contêm informações úteis, confiáveis, atuais e relevantes para a tomada de decisões, e devem ser completos e objetivos, a fim de transmitir a mensagem desejada.

            Numa obra, os relatórios são fonte de consulta, atualizações e análise. Servem para esclarecimentos e para auxiliar a tomar decisões, sejam elas financeiras, administrativas, etc., o que é extremamente importante para o bom andamento e agilidade da obra.

O que oferecemos

            Na Alves Espíndola realizamos gerenciamento de obra e acompanhamento, apresentando Relatório Gerencial com fotos atualizadas das condições e do andamento da sua obra. Elaboramos sugestões de melhorias, seja para a aplicação de materiais ou para o melhor uso da mão de obra, além de garantir o cumprimento do orçamento previsto e do cronograma de obra.